13.5 C
Brasília
Sunday, July 21, 2024

Meu marido me traiu e teve um filho com outra mulher


Meu marido e eu estamos casados ​​há 6 anos e temos uma filha. Nosso casamento não tem sido bom há algum tempo. Parece que não podemos ter uma única conversa sem que isso se transforme em uma briga. Nós dois amamos nossa filha e, por causa dela, sempre acreditei que eventualmente consertaríamos as coisas. Acabei de descobrir que meu marido me traiu e tive um filho com a outra mulher. Aparentemente, eles estão tendo um caso há mais de um ano e foi um acidente. A amante do meu marido está grávida de 7 meses e quer que ele me deixe e comece uma nova família com ela antes do bebê nascer. Sinto-me perdido e quero me proteger, mas não sei como. Quais são os meus direitos se o meu marido traiu em mim? Posso processar meu marido por engravidar outra mulher? Já temos uma família junta e não consigo acreditar que ele seria estúpido o suficiente para ter um filho com a amante. Eu nem sei se quero que ele fique comigo ou não. Por favor, me dê conselhos sobre o que fazer se meu marido engravidar outra mulher.

Responder:

Lamento saber que você está passando por um momento tão difícil. Posso imaginar que a notícia do seu infidelidade do marido, juntamente com o fato de ele ter engravidado a outra mulher, pode ser devastador e emocionalmente desgastante. É muito importante para você agora buscar apoio e conexão de amigos e familiares. Isso não é algo que você deva lidar sozinho.

Reserve um tempo para cuidar de si mesmo também, especialmente nos dias em que você não quer. Ironicamente, esses são os dias em que mais precisamos. Isso pode ser na forma de dedicar-se aos seus hobbies, passar tempo com seus entes queridos, passar tempo na natureza, and so forth.

Um bom lugar para começar a descobrir as coisas seria tentar entender o que você deseja fazer. A decisão de permanecer ou não no casamento é complexa, portanto, certifique-se de não se forçar a tomar uma decisão específica. Seja o mais genuíno e autêntico possível em sua experiência emocional. Você pode considerar casamento ou aconselhamento de casais para descobrir o que vocês dois querem fazer sobre esse casamento.

Também ajudaria ter uma conversa aberta e honesta com seu marido sobre todo o assunto, se você sentir vontade. É claro que a conversa pode ser tensa e agravar a dor que você está sentindo. Mas há certas perguntas que só ele pode responder para você. Isso pode apenas lhe dar a visão necessária para tomar sua decisão. Se você decidir ter essa conversa, tente não entrar em uma posição acusatória. Expresse seus sentimentos com firmeza e tente demonstrar o máximo de empatia possível por ele. Essa é a única maneira de a conversa permanecer no caminho certo e não deixar nenhuma das pessoas na defensiva.

Também é essential que você tenha alguns limites para garantir seu bem-estar e segurança. Reconheça o que você mais precisa e então peça. Seja espaço, ou algum tempo para pensar, ou ajuda e apoio de outras pessoas. Considere terapia ou aconselhamento para ajudá-lo a navegar pela confusão de pensamentos e emoções com os quais está lidando. Se você tem fundamentos legais para processar seu marido por suas ações depende em grande parte das leis de sua jurisdição e das circunstâncias específicas de sua situação. Em muitas jurisdições, a infidelidade em si normalmente não é motivo para uma ação judicial, pois é considerada um assunto pessoal e não authorized.

No entanto, se as ações do seu marido resultarem em danos financeiros para você ou se houver implicações legais relacionadas à custódia dos filhos, pensão alimentícia ou divisão de bens, você poderá recorrer legalmente. Por exemplo, se a infidelidade do seu marido e subsequente relacionamento com outra mulher levar à dissolução do seu casamento e a perdas financeiras, você poderá buscar soluções legais, como processo de divórcio, pensão alimentícia ou uma divisão justa dos bens conjugais.

É importante consultar um advogado qualificado especializado em direito da família em sua área para discutir suas circunstâncias específicas e explorar suas opções legais. Eles podem fornecer aconselhamento e orientação personalizados com base nas leis aplicáveis ​​à sua situação e ajudá-lo a compreender os seus direitos e possíveis ações.

Por último, não negue suas emoções. Todas as suas emoções, sejam elas tristeza, tristeza, raiva, inveja ou frustração, são perfeitamente válidas. Tente reservar espaço para essas emoções e evite suprimi-las.

Perguntas frequentes

1.⁠ ⁠Devo deixar meu marido depois que ele teve um filho com outras mulheres?

Não existe uma resposta única para isso. No entanto, antes de tomar essa decisão, há algumas coisas que você deve considerar:
1. Seus sentimentos sobre o assunto, se você é capaz ou deseja fazer esse casamento dar certo
2. Qual seria o melhor curso de ação para você?
3. As implicações que a permanência ou a saída podem ter para o seu filho. Muitas vezes, as crianças acabam sofrendo mais danos devido a uma relacionamento disfuncional com os pais em vez de pais separados.
4. Analise seu relacionamento conjugal. Existe uma base suficiente para você construir algo, ou mesmo para reparar o relacionamento? Se você decidir ficar, por que você vai ficar?
5. Obtenha alguma consulta jurídica e financeira sobre como qualquer decisão afetaria você.
6. Obtenha o apoio de amigos e familiares em quem você confia. Considere também a terapia pessoal.

2.⁠ ⁠O que devo fazer se meu marido engravidar outra mulher?

É uma situação incrivelmente desafiadora e emocionalmente desgastante. Aqui estão os seguintes itens a serem considerados:
1. Reserve um tempo para si mesmo e pense um pouco, tentando entender o que você quer fazer.
2. Comunique-se aberta e honestamente com seu marido para obter clareza também sobre seu processo de pensamento.
3. Procure o apoio dos seus entes queridos e considere fazer terapia ou aconselhamento.
4. Avalie as suas opções e tente obter todas as informações jurídicas e financeiras de que necessita. Avalie também o estado do seu casamento 5. e se você acha que existe alguma possibilidade de recuperação e reparação.
6. Priorize o autocuidado.

3.⁠ ⁠Posso confiar em meu marido novamente depois que ele me traiu?

Reconstruir um relacionamento após a infidelidade é possível e há casais que superam isso. No entanto, se isso é possível para você ou não, é algo que você resolve por si mesmo. É preciso muito trabalho para reconstruir a confiança que foi quebrada.
1. Considere se você está disposto a trabalhar neste casamento e quais são suas razões para fazê-lo
2. Exigirá que seu marido assuma a responsabilidade e faça uma escolha entre você e a outra pessoa envolvida.
3. Será necessária muita comunicação aberta e honesta entre vocês dois, o que pode ser exaustivo, mas fornecerá a clareza necessária.
4. Observe seus sentimentos e sua experiência emocional para decidir se deseja confiar nele novamente.

Considere aconselhamento matrimonial ou de casal para obter maior clareza, estabelecer padrões de comunicação saudáveis ​​e ajudá-lo a perceber o que deseja e precisa.

Aconselhamento on-line

Pergunte ao nosso especialista



Related Articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest Articles