20.5 C
Brasília
Monday, July 22, 2024

Uma oração para liberar a raiva pecaminosa – Sua oração diária – 29 de abril


sua arte devocional de oração diária

botão de podcast da maçã botão de podcast do spotify botão do youtube

Uma oração para liberar a raiva pecaminosa
Por Emily Rose Massey

“Fique irado, mas não peque; não deixe o sol se pôr sobre sua raiva e não dê uma oportunidade ao diabo.” – Efésios 4:26-27NASB

Outro dia, meu marido e eu tivemos uma discussão acalorada. Nós dois ficamos tão irritados um com o outro que continuamos andando em círculos e repetindo a discussão. Eu me vi sem pensar com clareza e dizendo coisas que magoavam meu marido, coisas que eu não acreditava serem verdade. Eu constantemente interrompia meu marido com o que queria dizer e nunca o deixava expressar suas preocupações. Na minha frustração, fiquei tão exausto e confuso que não tive energia para continuar a conversa.

Felizmente, antes de adormecermos, nós dois levamos algum tempo para nos acalmar e começamos a nos desculpar por nossa raiva e palavras ofensivas. Sabendo que a raiva não contida muitas vezes pode levar ao pecado e, nesse caso, isso aconteceu, nós dois nos arrependemos ao Senhor e um ao outro. A Bíblia fornece muitas instruções e sabedoria sobre o pecado da ira desenfreada. No livro de Efésios, o apóstolo Paulo faz uma correlação interessante e útil entre a ira pecaminosa e as maquinações do inimigo:

“Fique irado, mas não peque; não deixe o sol se pôr sobre sua raiva e não dê uma oportunidade ao diabo.” – Efésios 4:26-27ESV

Paulo não diz: “Não fique com raiva”; ele apenas diz para não pecar em sua raiva. A raiva não é má, mas a raiva pode facilmente se tornar uma ocasião para o pecado se não guardarmos nossos corações. O Senhor nos criou com um raio de emoções e entende que é completamente regular experimentar sentimentos avassaladores quando estamos estressados, desapontados, ofendidos, rejeitados e magoados — especialmente raiva. Em Efésios 4, lemos que vai acontecer ficar com raiva, mas esse não é o problema. A questão surge quando não controlamos as nossas emoções e permitimos que a nossa raiva nos consuma tanto que nos faz reagir a essa raiva com palavras ou ações pecaminosas.

Para mim, quando mais luto contra esse comportamento pecaminoso, muitas vezes posso me permitir explodir gritando com meus filhos, batendo portas atrás de mim ou dizendo palavras ofensivas para aqueles que amo profundamente. Quando me permito perder o controle nessas situações, o inimigo tem a oportunidade de causar destruição tanto na minha própria vida quanto na dos outros. Se a raiva não for controlada, pode levar a um comportamento mais destrutivo. Jesus até nos diz no Sermão da Montanha que a raiva contra um irmão equivale a assassinato (Mateus 5). Deus está atrás do nosso coração e Ele não quer que a raiva permaneça nele e gere mais pecado.

Obviamente, vejo como minha carne e o inimigo podem me atrair para esse tipo de comportamento pecaminoso quando minhas emoções tomam conta de mim, mas não preciso morder a isca. A raiva virá inevitavelmente, mas posso decidir processar essas emoções com o Senhor e com aqueles de quem estou com raiva. Também não é saudável dormir com raiva, por isso é importante resolver rapidamente essas frustrações para que a reconciliação e a paz possam ser encontradas. Devemos liberar a raiva e não permitir que a amargura e o ressentimento criem raízes. Quando a raiva nos leva a agir pecaminosamente, temos a oportunidade de correr para o trono da graça e receber a misericórdia de Cristo quando nos arrependemos dos nossos pecados. Deus é fiel para nos perdoar e nos fortalecer com Sua graça para superar toda tentação de atacar com raiva. Que o Senhor nos ajude a renovar nossas mentes com Sua Palavra e nos dê a paciência necessária para suportar as frustrações com autocontrole enquanto liberamos a raiva para Ele.

Vamos rezar:

Pai do Céu,
A Tua Palavra tem muito a dizer sobre o pecado da raiva desenfreada, mas cedemos a esta tentação o tempo todo quando somos desafiados pelo nosso egoísmo. Arrependo-me de ter pecado contra aqueles que foram feitos à Sua imagem, quando não os preferi a mim mesmo e permiti que minhas palavras ou ações causassem dor. Sei que a raiva se apresentará em meu coração, mas não preciso ficar preso ou consumido por ela. Confio que Tu fornecerás uma forma de fuga quando eu for tentado a pecar em minha raiva. Espírito Santo, ajude-me a buscar ajuda em Ti para lidar com esses sentimentos opressores. Obrigado, Espírito Santo, por Sua graça me capacitar para liberar a raiva de Você e andar mais como Cristo. Em nome de Jesus, Amém.

Crédito da foto: ©Unsplash/Diana Simumpande

foto de Emily MasseyEmily Massey começou a escrever contos e poesias ainda criança, entrou no mundo dos blogs aos 20 e poucos anos e publicou seu primeiro livro em 2015. Ela gosta de ser uma mãe que fica em casa e ao mesmo tempo pode seguir sua paixão como escritora. Acreditando que foi muito perdoada, ela ama muito e deseja levar outros a Cristo e ao Seu poder redentor e transformador, especialmente compartilhando a verdade encontrada na Palavra escrita de Deus. Se você quiser se conectar com Emily, você pode visitar www.emilyrosemassey.com

Ensine-nos a orar é um podcast de oração GRATUITO apresentado pela escritora do iBelieve, Christina Patterson. Toda semana ela lhe dá dicas práticas e reais sobre como aumentar sua fé e seu relacionamento com Deus por meio do poder da oração. Para ouvir o episódio dela sobre O que orar pela manhã para um dia sem preocupações, clique abaixo!

Anúncio de banner do podcast Ensine-nos a Orar

Agora que você orou, você precisa de alguém que ore por VOCÊ? Clique no botão abaixo!

Visita iBelieve. com para conteúdo de oração mais inspirador.



Related Articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest Articles