18.5 C
Brasília
Thursday, July 18, 2024

Uma Oração pelos Pacientes nos Hospitais e suas Famílias – Sua Oração Diária – 15 de abril



Uma oração pelos pacientes nos hospitais e suas famílias
Por Chris Eyte

“Então o Senhor disse a Satanás: ‘Você considerou meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele; ele é irrepreensível e reto, um homem que teme a Deus e evita o mal. E ele ainda mantém sua integridade, embora você tenha incitado me contra ele para arruiná-lo sem qualquer razão.’
‘Pele por pele!’ Satanás respondeu. ‘Um homem dará tudo o que tem pela sua própria vida. Mas agora estenda a mão e golpeie sua carne e seus ossos, e ele certamente o amaldiçoará na sua cara.’
O Senhor disse a Satanás: ‘Muito bem, então, ele está em suas mãos; mas você deve poupar a vida dele.
Então Satanás saiu da presença do Senhor e afligiu Jó com feridas dolorosas, desde a planta dos pés até o alto da cabeça. Então Jó pegou um pedaço de cerâmica quebrado e raspou-se com ele enquanto estava sentado entre as cinzas.
Sua esposa lhe disse: ‘Você ainda mantém sua integridade? Amaldiçoe a Deus e morra!
Ele respondeu: ‘Você está falando como uma mulher tola. Devemos aceitar o bem de Deus e não os problemas?’
Em tudo isso, Jó não pecou no que disse.” – Trabalho 2: 3-10

Se você é um paciente de um hospital que está lendo isto, você não está sozinho. Deus está com você. Talvez pareça injusto estar lá. Os hospitais são lugares estranhos – as imagens e os sons são perturbadores. Eu mesmo tive muita experiência com eles. Enfermeiras conversando no corredor, botões de chamada tocando alto, outros pacientes gritando, cliques de máquinas de soro intravenoso, cheiros estranhos de comida cozida e produtos químicos de limpeza… momentos de silêncio interrompidos por sua cortina sendo aberta por um assistente medindo pressão arterial, ou grupos de médicos circulando.

“Isto não é vida, não é vida alguma” – as palavras de um homem idoso numa cama à minha frente. Foi há vinte anos, mas lembro-me bem dele. Seus sussurros lentamente se transformaram em um ronco profundo e, em seguida, em um terrível ‘chocalho mortal’ enquanto sua vida se esvaía. Na noite em que ele morreu, ele caiu da cama e tive que pedir ajuda. Mais tarde, sua respiração parou. Na manhã seguinte, as enfermeiras fecharam minha cortina enquanto cuidavam de seus restos mortais. Foi uma experiência macabra tomar meu café da manhã com um homem morto do outro lado.

Espero que você tenha suas próprias histórias de permanência em hospitais. Ou talvez o seu ente querido esteja no hospital neste momento e seja difícil descobrir como apoiá-lo. Eu também sabia disso: um parente próximo passou por uma grande operação cardíaca e eu estive com ele dia e noite. Foi exaustivo.

Que conforto podemos tirar da história de Jó? Primeiro, Deus sabia o que estava acontecendo. Segundo, as tentativas de destruição de Satanás foram frustradas. Terceiro, Jó manteve seu relacionamento com Deus. Em última análise, Deus mostrou que ele é Deus.

Você pode não entender por que isso aconteceu com você. Às vezes, simplesmente não obtemos as respostas que procuramos. Mas, por favor, entenda que Deus não o abandonou. Fale com ele do seu leito de doente. Fale com ele se estiver visitando um paciente internado. Mantenha os canais de comunicação abertos!

A cura pode levar tempo, e tudo bem também. Você pode achar que é uma oportunidade de ficar quieto diante do Senhor e confiar em sua força. Certamente é isso que todos nós deveríamos estar fazendo, afinal? Colocá-lo em primeiro lugar, muito além de qualquer outra prioridade. Você não está esquecido e o Espírito Santo está trabalhando na situação. Ande com ele nisso. Salmo 23: 1-2 diz: ‘O Senhor é meu pastor, não terei necessidade. Ele me deixa deitar em pastos verdejantes; Ele me leva para águas tranquilas.’ Deixe-o guiá-lo e seja confortado por ele. Mesmo que sua doença signifique que você não se sente bem, apenas confie silenciosamente no amor dele por você. Mais do que tudo – e isso certamente me ajudou quando estive no hospital – entenda que ele realmente ama você.

Empregue toda a força que você tiver para meditar nesta verdade Romanos 8:38-39:

‘E estou convencido de que nada poderá nos separar do amor de Deus. Nem a morte nem a vida, nem os anjos nem os demônios, nem os nossos medos de hoje, nem as nossas preocupações sobre o amanhã – nem mesmo os poderes do inferno podem nos separar do amor de Deus. Nenhum poder no céu ou na terra abaixo – na verdade, nada em toda a criação será capaz de nos separar do amor de Deus que é revelado em Cristo Jesus, nosso Senhor.’

Vamos rezar:

Senhor,
Eu preciso de sua ajuda. Convença-me do seu amor nesta situação sombria. Não quero ficar num hospital, mas obrigado pela ajuda e cuidado que estou recebendo de médicos e enfermeiras. Confio em você para o caminho de cura em que estou e deixe que sua vontade seja feita em mim. Proclamo hoje a verdade de que nada pode me separar do seu amor. Estou totalmente seguro e amado. Confio em você com fé infantil. Você é meu pai celestial. Pelas pisaduras de Jesus, estou curado, e estou sendo curado, e serei curado. Amém.

Crédito da foto: ©iStock/Getty Photographs Plus/kieferpix


Christopher Eyte mora com sua esposa Céline e três filhos em Swansea, País de Gales, Reino Unido. Ele trabalha como jornalista há muitos anos e escreve seu próprio weblog (hislovefrees.life) encorajando outros em sua caminhada com Jesus. Ele se tornou cristão em fevereiro de 2002, depois que um amigo lhe explicou a maravilhosa graça de Deus!



Related Articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest Articles