21.5 C
Brasília
Saturday, July 13, 2024

De Odisseu aos dias modernos


Na Odisseia de Homero, composta por volta do século VIII a.C., encontramos o herói masculino por excelência, Odisseu. Um veterano condecorado da Guerra de Troia, ele se encontra “aprisionado” no luxo na ilha de Calipso. Apesar dos confortos materiais que o cercam, Odisseu está inconsolável, chorando enquanto anseia por sua esposa e filho.

Avançamos para o século 21, onde, apesar da maior conscientização sobre as questões de saúde psychological, ainda existe um estigma considerável. Os desafios da saúde psychological não são um fenómeno moderno, nem são exclusivos de qualquer género. No entanto, no mundo de hoje, os homens continuam a enfrentar obstáculos únicos quando se trata de abordar a sua saúde psychological.

Panorama da saúde psychological masculina

Estatísticas recentes pintam um quadro preocupante. De acordo com Instituto Nacional de Saúde Psychological, mais de 6 milhões de homens nos Estados Unidos sofrem de depressão a cada ano. Ainda mais alarmante é o facto de a Fundação Americana para a Prevenção do Suicídio relata que os homens morrem por suicídio a uma taxa 3,63 vezes superior à das mulheres. Estes números sublinham uma necessidade crítica de atenção à saúde psychological dos homens.

Mas por que os homens parecem ter mais dificuldade em procurar ajuda? As expectativas culturais e as normas sociais desempenham frequentemente um papel significativo. Muitos homens foram condicionados a acreditar que expressar emoções é um sinal de fraqueza, levando ao que os psicólogos chamam de “desprezo emocional.”Essa mentalidade pode criar barreiras para reconhecer preocupações de saúde psychological e buscar apoio.

A boa notícia é que a mudança é possível e muitas vezes começa nos relacionamentos. Conexões fortes – sejam parcerias românticas, amizades ou redes profissionais – podem fornecer aos homens o apoio e a compreensão de que necessitam para navegar nas suas paisagens emocionais.

A investigação tem demonstrado consistentemente que os homens com sistemas robustos de apoio social estão mais bem equipados para lidar com o stress, a ansiedade e a depressão. Um estudo publicado no American Journal of Males’s Well being descobriu que os homens que relataram níveis mais elevados de apoio social tinham menos probabilidade de apresentar sintomas depressivos. Além disso, aqueles que se sentiram confortáveis ​​em discutir as suas emoções com amigos ou parceiros mostraram maior resiliência face aos desafios de saúde psychological.

Aprendendo o vocabulário

É aqui que entra em cena o trabalho do Dr. John Gottman. Sua abordagem focada no relacionamento ajuda os homens (e seus parceiros) a navegar pelas complexidades das emoções e fornece ferramentas para desenvolver um vocabulário emocional mais rico. Ao aprender a identificar e expressar uma gama mais ampla de emoções, os homens podem libertar-se do estigma da expressividade emocional frequentemente associado à masculinidade tradicional. Com um vocabulário emocional mais matizado, é mais fácil forjar mais profundamente, mais conexões significativas.

As técnicas e exercícios práticos baseados em pesquisa de Gottman incluem ajudar as pessoas:

  • Reconhecer e nomear diferentes estados emocionais
  • Comunique os sentimentos de forma eficaz, sem medo de julgamento
  • Ouça ativa e empaticamente os outros
  • Desenvolva estratégias para gerenciar emoções difíceis
  • Construa uma conexão mais profunda com outras pessoas

Ao dominar estas competências, os homens podem criar um ciclo de suggestions positivo: à medida que se sentem mais confortáveis ​​em expressar as suas emoções, é provável que experimentem uma saúde psychological melhorada, o que por sua vez fortalece os seus relacionamentos e redes de apoio.

Expressando Emoção

É importante lembrar que procurar ajuda e expressar emoções não são sinais de fraqueza – são indicadores de força e autoconsciência.

Ao observarmos o Mês da Saúde Psychological Masculina, vamos desafiar as noções ultrapassadas que mantiveram os homens em silêncio por muito tempo. Ao promover o diálogo aberto, fornecer apoio e equipar os homens com as ferramentas de que necessitam para navegar nas suas vidas emocionais, podemos criar um mundo onde cada homem se sinta capacitado para procurar ajuda, expressar-se plenamente e, em última análise, prosperar.

No last, a verdadeira força não reside no silêncio estóico, mas na coragem de estender a mão, conectar-se e abraçar todo o espectro das emoções humanas. É hora de redefinirmos o que significa ser um “homem forte” – alguém que não tem medo de chorar, de procurar ajuda ou de se apoiar nos outros quando necessário. Ao fazê-lo, abrimos caminho para indivíduos mais saudáveis, relacionamentos mais fortes e uma sociedade mais compassiva para todos.

Related Articles

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest Articles